Manter as peças da bicicleta devidamente limpas e lubrificadas é crucial para um bom desempenho. A lubrificação protege as partes móveis contra o desgaste excessivo causado pelo atrito, impede que “congelem” e ajuda a manter a ferrugem e a corrosão sob controle.

Tenha cuidado, no entanto. O excesso de lubrificação pode causar baixo desempenho e danos aos componentes (o excesso de lubrificante atrairá sujeira e outras partículas abrasivas). Como regra geral, o excesso de lubrificante deve sempre ser cuidadosamente retirado antes de a bicicleta ser usada.

Onde usar o lubrificante para bicicleta?

Ao lubrificar sua bicicleta, realmente tudo o que você precisa procurar são as partes móveis, onde peças de metal se movem uma contra a outra. Use um leve lubrificante de bicicleta especialmente formulado e não qualquer lixo velho que você encontra em sua garagem. O óleo que é muito fino se dissipa rapidamente e não se sustenta; o óleo que é muito grosso irá entupir e atrair muita sujeira. Em particular, concentre-se nos pontos descritos abaixo.

Lubrificante para corrente de bike

Sua corrente é a principal peça móvel da sua bicicleta e a que precisa de mais amor e lubrificação frequente. Se você andar em condições de poeira ou lama, você deve limpar sua corrente regularmente. É recomendável fazer a limpeza da corrente antes de qualquer lubrificação, para evitar que a sujeita fique grudada no lubrificante.

Lubrificar o conjuntos de desviadores

Seu desviador dianteiro e traseiro são o que move a corrente entre as marchas quando você muda. Esses conjuntos são compostos de várias pequenas peças móveis, incluindo duas pequenas rodas de polia. Você quer mantê-los limpos e lubrificados para que não se prendam ou fiquem rígidos. Mude as marchas enquanto gira os pedais para que você possa ver como os desviadores operam e aplique lubrificante em todas as partes móveis, incluindo os pontos de articulação dos conjuntos.

Lubrificação de bicicleta

Lubrifique as partes necessárias da sua bicicleta para manter sua bike em perfeito estado por muito mais tempo. (Foto: YouTube)

Lubrificar cabos de freio e desviador

Esses cabos controlam a operação dos seus freios e permitem que você mude de marcha. Se eles ficarem enferrujados ou ficarem presos por falta de lubrificação, você não conseguirá parar adequadamente ou trocar de marcha suavemente, se necessário. E isso é uma grande chatice. Verifique-os com frequência, especialmente se você andar em condições de poeira ou umidade, e lubrifique novamente conforme necessário com algumas gotas de óleo.

Alavancas do freio e do deslocador

Alavancas do freio e do câmbio: Localizadas no guidão, essas alavancas são cruciais para frear e trocar de marcha. Aplique uma gota ou duas de óleo nos pontos móveis das alavancas e nos ajustadores de barril para mantê-los funcionando adequadamente. Em seguida, limpe o excesso de óleo para evitar atrair poeira.

Conjuntos de freios

Nos conjuntos de freio (montados no chassi na frente e na roda traseira), coloque algumas gotas de óleo em qualquer peça móvel que você vir. Se você tiver problemas para reconhecer esses pontos de articulação, poderá apertar as alavancas de freio, observando atentamente e ver aonde elas se movem. Em qualquer lugar, essas partes metálicas se movem umas contra as outras é um bom lugar para lubrificar. Tenha muito cuidado para não deixar óleo nas pastilhas de freio. Isso tornará mais difícil parar rapidamente.

Lubrificação de pedais

Coloque algumas gotas de óleo na parte onde o seu pedal encontra o braço da manivela. Mais uma vez, concentre-se em obter o óleo na parte móvel que gira em torno do eixo, que é parafusado no braço do pedivela. Isso irá ajudar a tornar as pedaladas mais leves, podendo auxiliar até a economizar energia durante o pedal.

Como vocês lubrificam suas bicicletas? Quais rotinas de manutenção usam para as bikes?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)